Comunicação e marketing político, institucional e eleitoral

Palestras e cursos

Encaro a tarefa de compartilhar conhecimento como uma espécie de missão de vida, o que me coloca constantemente em salas de aula, como na ESPM, instituição em que leciono marketing digital para turmas especiais, em palcos, como os da Campus Party e outros eventos,  e também dentro de estúdios, onde gravo as aulas para os meus cursos online pela Presença Online  e também os vídeos para o meu canal de Youtube com dicas de Marketing Político.

Com o objetivo de preparar melhor os profissionais de comunicação política e marketing político, estruturei um conjunto de cursos, aulas rápidas, materiais para download para qualificação chamado “Guia do Marketing Político“, em que o aluno tem acesso a todo conteúdo necessário para que consiga aproveitar melhor as ferramentas digitais e elaborar as melhores estratégias de atuação no marketing político e na comunicação política.

Campanhas eleitorais

Enquanto consultor, sempre fui movido por desafios. Quanto maior e mais complexo, mais interessante é o projeto.

Com essa determinação, atuo como consultor para campanhas políticas por todo o Brasil, e tive participação ativa na formulação de estratégias que envolvem o marketing digital e na coordenação de equipes em campanhas como as de Gilberto Kassab (prefeitura de São Paulo), Marcelo Crivella (prefeitura do Rio de Janeiro), Emanuel Pinheiro (prefeitura de Cuiabá), Arthur Henrique (prefeitura de Boa Vista); governos de Santa Catarina, Rondônia e Ceará, com Raimundo Colombo, Confúcio Moura e Camilo Santana, respectivamente; presidência da república com José Serra em 2010 e Geraldo Alckmin em 2018, além de muitas outras campanhas.

Atuação junto aos poderes

Em minha atuação como ativista político, defendi pontos como a implementação do sistema de voto distrital e do voto impresso durante reforma política de 2015, em plenário da Comissão Especial de Reforma Política. Em 2017, defendi, por meio de relacionamento com parlamentares de diversos partidos, formas mais fáceis e transparentes para arrecadação de recursos por meio de doações de pessoas físicas, bem como, pela venda de produtos para financiamento de campanhas políticas.

Durante o seminário sobre Fake News, realizado pelo Conselho de Comunicação Social do Congresso Nacional, propus a discussão sobre definição das Fake News, o aspecto da territorialidade e da competência para julgamento de crimes cometidos em ambientes virtuais, assim como, a atualização dos códigos Civil e Penal, com a tipificação e também a inclusão de agravantes nestes casos.

Gostaria de falar?

VOCÊ TEM ALGUM DESAFIO EM QUE GOSTARIA DA MINHA CONTRIBUIÇÃO?

Fale comigo